sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Obras da Estação de Tratamento de Esgoto são retomadas pela Prefeitura de Itaúna

Após adaptações e reprogramação de contratos por causa de falhas no projeto original, empreendimento chega à segunda etapa

* Ascom Pref. Itaúna



Com previsão de conclusão para 2018, o projeto da Estação de Tratamento de Esgoto – ETE – foi retomado pelo Município no dia 20 de setembro, após adequações exigidas pelo Ministério das Cidades e reprogramação de contratos, devido às falhas detectadas. Diante do novo planejamento, montagem da estrutura do canteiro e reestruturação da equipe, outubro começou com as obras em ritmo acelerado e muito empenho da atual administração municipal em relação ao cumprimento do prazo que estabeleceu para a entrega do empreendimento, aguardado pela população há décadas. 

O prefeito Neider Moreira visitou o local na tarde desta quarta-feira, 04, acompanhado do líder do Governo na Câmara, vereador Hudson Bernardes, e reforçou o compromisso firmado pelo governo, de entregar a ETE de Itaúna até o ano que vem. “Temos a oportunidade hoje de ver o trabalho avançando, com a concretagem da laje do reator anaeróbio, pelos operários. A nossa expectativa é terminar as obras até setembro de 2018, como um grande presente de aniversário da cidade”, comentou o chefe do Executivo. 

A ETE terá quatro reatores, sendo o anaeróbio o principal deles e responsável pelo início de todo o processo. Os equipamentos garantirão o tratamento de 219 litros de efluentes por segundo, vazão estimada de acordo com o número de habitantes da cidade atualmente. No entanto, a capacidade instalada é de até 400 L/s, para atendimento às demandas causadas pelo possível aumento da população até 2050. 

A obra tem à frente o Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE. O diretor da autarquia, Samuel Nunes, explicou que foram feitas as medições e constatada a necessidade de alterações no projeto. Após as revisões, fundamentais para a continuidade do empreendimento, a administração se reuniu com representantes do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal para a liberação dos recursos destinados às intervenções. A contrapartida do Município, com essas adaptações, também precisou ser aumentada de R$ 1,5 mi para aproximadamente R$ 4 milhões.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Governo de Itaúna cria meia passagem para estudantes no transporte público municipal

Decreto assinado pelo prefeito nesta quarta-feira, 20 de setembro, garante benefício a alunos do ensino fundamental e médio, cursos técnicos e faculdades 



A manhã desta quarta-feira, 20 de setembro, ficou marcada por um momento histórico, que terá como reflexo importante benefício para milhares de famílias de Itaúna. O prefeito Neider Moreira, o procurador-geral do Município, Jardel Carlos Araújo, e os secretários de Educação e Cultura e de Regulação Urbana, Alessandra Nogueira Santos Araújo e Paulo de Tarso Nogueira, assinaram o decreto que institui a meia passagem nos ônibus que fazem as linhas municipais para estudantes do ensino fundamental e médio, regular ou suplência; cursos profissionalizantes de nível técnico e graduação superior.

A medida foi viabilizada pela parceria firmada entre a Prefeitura e a concessionária do transporte coletivo, que, conforme acordado, concederá o desconto de 50% do valor da tarifa para aqueles que comprovarem matrículas e frequência em instituições da rede municipal, estadual, federal ou particular. A Secretaria Municipal de Regulação Urbana, por meio das gerências de Mobilidade Urbana e de Planejamento Viário, Trânsito e Fiscalização, começou ainda em janeiro os estudos. O apoio irrestrito do chefe do Executivo e a união de esforços com a Educação e Cultura tornaram possível a concretização do programa, após várias reuniões e avaliações.

Durante a cerimônia de assinatura do decreto que cria o meio-passe, o secretário de Regulação Urbana, Paulo de Tarso Nogueira, destacou a importância do trabalho em conjunto para a conquista desse benefício. “Todos se empenharam muito e o resultado é muito significativo. Itaúna merece”, declarou. A gestora da Educação e Cultura, Alessandra Nogueira Santos Araújo, ressaltou o grande número de beneficiados com a iniciativa, cerca de 15 mil alunos, como mais um avanço da atual administração.

“É um dia muito feliz para todos nós. É com grande alegria que assinamos esse documento e só temos que agradecer o fato de o prefeito Neider sempre abraçar os projetos da pasta, caso da manutenção do programa Escola de Tempo Integral, com recursos próprios da Prefeitura; da retomada do Escola Aberta; da Cozinha Nota 10; e das articulações para a instalação do Instituto Federal de Minas Gerais em Itaúna, que estão avançadas. E hoje instituímos a meia passagem, mais uma grande vitória, com a certeza de que o governo acredita na educação como fator transformador da sociedade”, comemorou Alessandra.

O procurador-geral do Município, Jardel Carlos Araújo, lembrou os esforços feitos pelas equipes envolvidas no projeto, desde o início do ano e salientou o fato de o benefício ser estendido a todos os interessados, matriculados na rede pública ou privada, sem distinção. “Temos que agradecer a todos os que se empenharam, ao chefe do Executivo e também à concessionária por essa importante parceria, que vem atender aos anseios de nossa comunidade, com efeitos extremamente positivos na vida de milhares de pessoas”, afirmou.

União de esforços 

O diretor-presidente da empresa responsável pelo transporte coletivo em Itaúna, Rubens Lessa, reforçou a proposta do grupo, de trabalhar em sintonia com a atual administração.

“Fomos procurados pelo prefeito, no início do governo, e ele, preocupado em criar melhores condições para os estudantes do município, solicitou que fossem iniciados os estudos para que pudéssemos viabilizar a meia passagem. Fizemos uma pesquisa, alinhamos as experiências de outras localidades, discutimos as melhores alternativas e conseguimos hoje finalizar esse decreto”, contou.

De acordo com Rubens Lessa, inicialmente, a concessionária suportará todo o ônus e iniciará, em breve, o cadastro dos estudantes. O prazo para a medida entrar em vigor, a partir da assinatura do documento, é de um mês. “Mas, não ficaremos parados e acreditamos que em cinco dias as pessoas possam contar com o benefício. Apresentamos à Secretaria de Educação e Cultura o cronograma para emissão do cartão, que será pessoal e intransferível, com foto do beneficiário, para a devida identificação nos ônibus”, adiantou.

Ao discursar, o prefeito Neider Moreira classificou o lançamento do programa como um momento muito especial. “Talvez ainda não tenhamos a noção do quanto é importante o que estamos vivenciando. Mas, num futuro próximo, teremos como avaliar os reflexos disso. É um projeto de inclusão. E é a partir daí, da criação de oportunidades, que construiremos uma sociedade mais justa e igualitária”, apontou. “Estamos trabalhando nessa questão desde o começo de 2017 e nesse sentido, faço uma manifestação especial aos funcionários do setor de Trânsito e à Secretaria de Educação; à empresa de transporte coletivo, que entendeu a necessidade e importância dessa iniciativa. Serão mais de 15 mil alunos beneficiados, com impactos diretos na vida de aproximadamente 45 mil pessoas, quase a metade da população de Itaúna. É fruto de uma união de esforços, é assim que se faz políticas públicas. E nada acontece de um dia para o outro, é preciso alinhar, construir. E é o que estamos fazendo”, encerrou o chefe do Executivo.

Pioneirismo na região 

Com a criação da meia passagem para os estudantes, Itaúna passa a integrar um seleto grupo de municípios que oferece o benefício. Hoje, o desconto de 50% da passagem, nos mesmos moldes do que será concedido na cidade, é realidade em poucas localidades. São eles: Belo Horizonte, Montes Claros, Patos de Minas, Uberaba, Juiz de Fora e Itabira. Em Varginha, onde a mesma concessionária explora as linhas de ônibus, apenas os alunos das escolas municipais, estaduais e do Centro Federal de Educação Tecnológica – Cefet – têm direito.

Em Contagem, a medida foi adotada este ano, porém não privilegia os estudantes da rede particular. Além disso, o beneficiário precisa residir a pelo menos dois quilômetros da instituição de ensino. Betim aprovou a lei do meio passe em 2013, no entanto, limita a utilização a duas viagens por dia, enquanto em Itaúna os usuários poderão adquirir o equivalente a 88 bilhetes por mês. No Vale do Aço, Governador Valadares instituiu o desconto de 30% no valor da passagem. E na região Centro-Oeste, Divinópolis, com mais que o dobro da população local, apresentou projeto na Câmara para criação do benefício em 2017, mas ainda não houve avanços.

Participação da comunidade escolar 

Dezenas de pessoas acompanharam a assinatura do decreto que cria o meio-passe escolar no transporte público coletivo urbano pelo prefeito Neider Moreira, o procurador-geral do Município, Jardel Carlos Araújo, a secretária municipal de Educação e Cultura, Alessandra Nogueira Santos Araújo e o secretário municipal de Regulação Urbana, Paulo de Tarso. O ato contou com a presença do diretor presidente da Autotrans, Rubens Lessa.

Também participaram da cerimônia o vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura e Serviços, Fernando Franco; os secretários municipais de Governo, Alisson Diego Batista Moraes; Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Diógenes Vilela; Administração, Dalton Nogueira; Assistência Social, Élvio Marques da Silva; Saúde, Fernando Meira de Faria; Esportes e Lazer, Gustavo Dornas Barbosa; Finanças, Warlei Eustáquio de Souza; controlador-geral do Município, João Paulo Corradi Vasconcelos; diretor-geral do IMP, Heli de Souza Maia; diretor-geral do SAAE, Samuel Nunes; chefe de gabinete, Valter Gonçalves do Amaral; procuradora-adjunta, Júnia Morais Silva; e a secretária-adjunta de Saúde, Vanésia Bernardes.

Os vereadores prestigiaram o anúncio oficial. O vice-presidente da Mesa Diretora, Giordane Alberto Carvalho; o secretário, Antônio José de Faria Júnior, o Da Lua; o líder do governo na Câmara, Hudson Bernardes; Anselmo Fabiano dos Santos; Lacimar Cezário da Silva (Três); Lucimar Nunes Nogueira (Lucinho); e Adriana de Oliveira Souza, representando a vereadora Gláucia Santiago. A solenidade também reuniu diretores de todas as escolas municipais de Itaúna, representantes das instituições estadual de ensino, Apae e Senai. O Centro de Desenvolvimento Econômico de Itaúna – CDE, foi representado pelo presidente, Afonso Henrique da Silva Lima, e a Associação dos Contabilistas de Itaúna – Aconita, pela presidente, Fabiana Xavier.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Campanha Setembro Amarelo chama a atenção para a importância da prevenção ao suicídio em Itaúna

Mobilização, que terá roda de conversa na quinta, 28 de setembro, reforça orientações sobre trabalho da rede de acolhimento da Saúde Mental



Colocar o suicídio em pauta e quebrar o tabu em torno do tema, com foco na conscientização da sociedade sobre as medidas que podem contribuir com a prevenção a esse ato. Esses são os principais objetivos da campanha Setembro Amarelo, realizada no Brasil desde 2015. Em Itaúna, a Secretaria de Saúde abraçou a causa este ano e, com ações desenvolvidas ao longo do mês, reforçou os serviços de acolhimento oferecidos pelo Município.

Nesta terça-feira, 26 de setembro, os profissionais da rede pública participam de uma roda de conversa, das 14h às 17 horas, no auditório da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. O seminário, conduzido pela diretora da Saúde Mental, Cristiane Santos de Souza Nogueira, contará com palestra do psicólogo Ronaldo Santhiago Souza.

“Nós vamos levantar as demandas e verificar as formas de condução dos casos, a partir da construção de um protocolo de manejo do comportamento suicida. Discutiremos as formas de abordagens, incluindo a situação das pessoas que perderam um membro da família dessa forma e que precisam também de acompanhamento. Queremos ampliar a capacitação e construir meios para prevenir, a partir do suporte a quem precisa de ajuda, num trabalho contínuo”, ressaltou a diretora de Saúde Mental.

Serviços 

A Prefeitura de Itaúna oferece assistência e serviços especializados em Saúde Mental. Ao identificar alguém que precisa de ajuda, é importante aconselhar a pessoa a procurar acolhimento.
* Unidades de Saúde
* Saúde Mental – Policlínica Doutor Ovídio Nogueira Machado Avenida Manoel da Custódia, 1.111 – São Geraldo – 3241.4999
* Centro de Convivência de Saúde Mental Avenida Jove Soares, 1.056 – Centro – 3243.7967
* CAPS AD Avenida Jove Soares, 213 – Graças – 3242.4342
* CAPS II Rua Margarida, 369 – São Geraldo – 3243.6328 Assessoria de Comunicação

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Itaúna entre as 10 cidades mais inteligentes e conectadas do Brasil


A Exame e Revista Superinteressante publicaram esta semana o destaque que Itaúna ganhou em nível nacional - entre as 10 cidades com menos de 100 mil habitantes mais inteligentes e conectadas do Brasil.Isso ocorre justamente nesta semana em que Itaúna completa 116 anos de emancipação política.

Leia a reportagem completa no site da revista -> http://exame.abril.com.br/brasil/as-10-cidades-pequenas-mais-inteligentes-e-conectadas-do-brasil/

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Hasteamento de bandeiras no projeto Rio São João une estudantes e autoridades

Tive a grata alegria de participar das comemorações pela Semana da Pátria em Itaúna. A seguir, compartilho notícia da Assessoria de Comunicação da Prefeitura:



Em preparação para as celebrações cívicas pela Independência do Brasil, alunos das Escolas Municipais Dr. Lincoln Nogueira Machado e Celuta das Neves, Escola Estadual Professora Gilka Drumond de Faria, Núcleo de Atenção à Criança – NAC Curumim, e Núcleo Educacional Infantil Custódio Emídio, participaram, nesta quarta-feira, 06, ao lado de autoridades militares e municipais, do hasteamento de bandeiras na sede do Projeto Rio São João, no bairro Morro do Engenho. O ato marca o terceiro dia da Semana da Pátria, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, para valorização do civismo entre os estudantes.

Desde segunda-feira, as comemorações são realizadas com alunos de várias instituições de ensino. A abertura da Semana da Pátria foi na Praça da Matriz, no dia 04 de setembro. Terça-feira, 05, o ato foi na Câmara Municipal, com a participação do prefeito Neider Moreira de Faria. “Fizemos, ao longo dos últimos dias, uma bela demonstração de amor à pátria e, é com esse espírito, que vamos celebrar o 07 de setembro e, com orgulho, apresentar para a sociedade, os projetos do Município para a Educação, a rede de ensino, os alunos e, sobretudo, o amor deles pelo Brasil e por Itaúna”, afirmou a secretária de Educação e Cultura, Alessandra Nogueira Santos Araújo, antecipando o convite para o desfile na avenida Jove Soares.

O vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura e Serviços, Fernando Franco, transmitiu para as crianças e adolescentes a importância do civismo. “Estamos resgatando o amor por nossa bandeira, o respeito aos hinos. É valorizando nossa pátria que vamos conscientizar para construirmos, juntos, uma realidade melhor”, salientou.

Itaúna comuna brilhante em novo tempo 

A marcha militar, um dos símbolos da Independência do Brasil, será no dia 07 de setembro, quinta-feira, a partir das 08 horas. Organizadas pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, as comemorações da Semana da Pátria envolvem 41 instituições.

Com o tema “Itaúna comuna brilhante em um novo tempo”, o desfile cívico começará a partir da rua Mardoqueu Gonçalves, passando pela área externa do Espaço Cultural, onde estará o palco com as autoridades, e seguindo até a esquina da avenida Jove Soares com a rua Bonfim, área de dispersão. O evento contará com estrutura planejada para garantir o conforto dos participantes, como banheiros químicos espalhados pela via, e gradil entre a parte da pista destinada à apresentação e o espaço reservado aos espectadores.

Cavalos com bandeiras abrirão a parada, seguidos pelas viaturas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, pelo Tiro de Guerra 04-009, com a fanfarra, pelos alunos do da creche Recanto Feliz, do Núcleo de Educação Infantil Custódio Emídio, do Centro Municipal de Educação Infantil Lúcia Lima de Carvalho e do NEI Santo Agostinho. Na sequência, alunos da Escola Municipal Dona Dorica, do NEI Nossa Senhora de Fátima, do pré-escolar da Escola Estadual Ana Cintra e da Escola Municipal Neuza Rosa Tupinambás, do NEI Santo Antônio e do NEI São Francisco.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae – estará presente, assim como os estabelecimentos de ensino da zona rural: Escola Municipal Modestino Francisco Rabelo (Vista Alegre), E.M. João Luís de Sousa (Barragem), E.M. João Nogueira Penido (Campos), E.M. José Antunes Ribeiro (Córrego do Soldado), E.M. Eduardo Gomes (Brejo Alegre), E.M. Dolores Nogueira Penido (Pedras), E.M. Ismael de Souza Arruda (Carneiros), E.M. Padre Waldemar Antônio de Pádua Teixeira, E.M. Artur Contagem Vilaça, E.M. Souza Moreira, E.M. Dona Cota, E.M. Dona Maria Augusta de Faria, E.M. Dr. Lincoln Nogueira Machado, e E.M. Augusto Gonçalves.

O ato cívico contará ainda com o NAC Curumim, o grupo de escoteiros, equipe da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, Escola Municipal Celuta das Neves, Centro de Estudos Supletivos – CESU, Núcleo de Assistência Integral à Criança – Naic, e do projeto Aquarela. Também passarão pela avenida as misses; os alunos das oficinas do programa Escola Aberta para Todos, do projeto Meu Bairro é Mais, e do curso de artes cênicas do Espaço Cultural; das escolas estaduais de Itaúna e Manoel da Costa Rezende; os integrantes do Pedal Solidário, do Itaúna Runners, e do Clube do Fusca. O encerramento será com motociclistas e cavaleiros.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Conselho Municipal de Defesa Civil de Itaúna é reativado



Órgão é reativado para desenvolver ações estratégicas na prevenção de desastres 

Tomaram posse na tarde de terça-feira, 08 de agosto, os membros do Conselho Municipal de Defesa Civil – Comdec. A solenidade foi realizada no gabinete do prefeito Neider Moreira. O órgão é responsável por implementar e executar ações estratégicas de monitoramento das áreas de risco, elaborar o Plano Anual de prevenção aos desastres e manter atualizadas e disponíveis as informações do Sistema Nacional de Defesa Civil – Sindec.

Thiago Aníbal Ferreira Ribeiro é o presidente do novo Comdec. Instituído pela lei n.º 4.174, de 2007, o Conselho é formado por 10 representantes vinculado aos órgãos governamentais e cinco da sociedade civil organizada. “Agir com precaução e antecipar as situações de riscos estruturam a política de prevenção de danos que será o norte para o trabalho da Defesa Civil em Itaúna. A formação do Conselho, com representantes de diferentes instituições e setores da sociedade, fortalece a atuação do Governo e minimiza os efeitos danosos das forças naturais”, reforçou o coordenador municipal da Defesa Civil de Itaúna.

O novo presidente cumprimentou a equipe. “Agradeço a confiança e reforço que o Conselho tem papel fundamental na cidade uma vez que é em comunidade que as pessoas têm oportunidade de discutir seus problemas e encontrar soluções conjuntas, de forma democrática”, completou Thiago Aníbal.

O secretário Municipal de Governo, Alisson Diego Batista Moraes, representando o prefeito Neider Moreira, destacou a importância de estruturar o Comdec, que estava desativado desde 2013, há quatro anos. “A Defesa Civil só é lembrada nos momentos de desastres, mas as pessoas devem saber que a utilidade do Conselho vai além das calamidades, uma vez que podem agir preventivamente de diversas maneiras. Com o apoio do Governo de Itaúna, o órgão renasce fortalecido”, esclareceu.

Tomaram posse, além do coordenador Municipal de Defesa Civil como presidente do Comdec, o atual chefe do Executivo, que será vice-presidente, o vereador Lacimar representando a Câmara Municipal; Sirley de Freitas Santos (Polícia Civil / 33ª Delegacia Seccional); Oficial PM Alex Tavares Margotti (Polícia Militar de Minas Gerais / 5ª CIA Independente), Glauber Lúcio de Souza (representante do Poder Judiciário / Fórum de Itaúna); Subtenente José Aparecido Campos (Corpo de Bombeiros Militar MG 2ª CIA / 10º Batalhão); Gláucio Antônio Marques de Carvalho (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços); Gilberto Gonçalves de Lima (Secretaria Municipal de Saúde); Juvenal Caetano Moreira Júnior (Secretaria Municipal de Assistência Social); Gláucio Martins de Souza (Secretaria Municipal de Regulação Urbana); Tales Fabiano da Silva (Serviço Autônomo de Água e Esgoto / SAAE); e dos órgãos não governamentais: Augusto Gomide de Castro Silva (Rotary de Itaúna “Cidade Universitária”); Francis José Saldanha Franco (Loja Maçônica “Mestre Chauer Chequer); Adriana Maria Marques (Paróquia de Sant'Ana); Samuel Ferreira do Lago (Associação dos Evangélicos de Itaúna – Assevi); Afonso Henrique da Silva Lima (Centro de Desenvolvimento Social e Empresarial - CDE ).




segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Veritas Vincit

Desde janeiro tenho ouvido ilações de que a gestão municipal teria sido entregue "em dívidas". Em razão disso, fiz um post na última semana. Um post simples, sem nominar ninguém, sem atacar ninguém, sem quaisquer objetivos "políticos". Um texto genérico e impessoal. 

Entretanto,  para a minha surpresa, a página oficial da prefeitura no Facebook (criada em minha gestão para interagir com a população e demonstrar transparência) fez uma publicação ofensiva a mim, além de desconexa e desarrazoada (o que jamais vi em nenhuma publicação oficial).

Só para constar que foi no "tempo de poesia" que se adquiriu a maior frota pública da história do município, que se realizou o maior conjunto de pavimentações, que se fez a maior obra pública, que se implementou a 5ª equipe de PSF, a UBS, a Farmácia Pública, o Museu, as dezenas de pontes, que se reajustou como nunca a subvenção da Santa Casa, que reformou a escola do Pará dos Vilelas, que pavimentou morros nas comunidades rurais, que estruturou o distrito industrial Pedro Dias da Silva, que criou o auxílio transporte universitário, que implementou o Samu, o ingresso ao CISMEP, que ampliou os exames no posto de saúde, dentre outras tantas conquistas e realizações que não pertencem a gestões, tampouco a prefeitos, mas sim a todo o povo.

Na imagem, destaco um cartão que recebi da diretoria da Santa Casa de Itaguara em 29/12/2016 agradecendo a parceria que estabelecemos e o "serviço humanitário prestado" durante os meus dois mandatos como prefeito.


Lamento muito o episódio e espero que haja maturidade e juízo na condução da gestão pública municipal.

Com tranquilidade e pacifismo,

Alisson Diego Batista Moraes
Prefeito de Itaguara / Gestões 2009-2012 e 2013-2016

PS1: Sobre a suplementação orçamentária, não havia condições políticas e administrativas (o tempo era escasso, focamos plenamente no fechamento orçamentário, balanços, etc). E torno a ressaltar: deixamos dinheiro em caixa sim! Mais do que o suficiente para fazer frente às subvenções e consertos de veículos.

PS2: Quando tomei posse como prefeito também herdei 2 repasses de "atraso" à Santa Casa. Da mesma maneira que eu, o ex-prefeito também deixou recursos para fazer frente à essa despesa, conforme preconiza a lei. Não fizemos "politicagem" com este fato.

PS3: A surpresa foi grande pela publicação ofensiva na página oficial da prefeitura, sobretudo, porque de outubro a dezembro fizemos uma transição plenamente civilizada. Espero que isso se restabeleça pelo bem da cidade.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Pelo bem da verdade

Tenho me mantido discreto e prudente como penso que deve ser a atuação de um ex-chefe do poder executivo que se preze. Vejamos Obama e a sua postura discreta após o fim de seu mandato presidencial. Mas discrição não há que se confundir com passividade, sobretudo diante de inverdades. E é exatamente por isso que faço esta postagem.

Quero deixar claro: Entregamos a Prefeitura de Itaguara em 31/12/2016 com DINHEIRO EM CAIXA! Ao contrário da grande maioria das cidades de Minas e do Brasil (vide documento a seguir). Não deixei dívidas sem correspondentes valores para quitá-las! 

Faço questão de elucidar: o repasse da Santa Casa só não foi feito em dezembro de 2016 porque não havia dotação orçamentária (ou seja, havia recursos, não autorização orçamentária), mas deixamos o dinheiro em caixa para regularizar a subvenção. Dinheiro que dava tranquilamente para pagar consertos de carros e máquinas, subvenções da Santa Casa e ainda sobrava e MUITO!

Pretendo me manter discreto, todavia não aceitarei inverdades! O documento que apresento aqui é o fechamento das contas de 2016 enviado ao Tribunal de Contas e comprova os recursos que deixamos em caixa. Mais de 4 MILHÕES de reais entre recursos vinculados e não vinculados e quase R$ 2 MILHÕES de recursos completamente livres.

Agradeço mais uma vez a confiança de todos e termino com uma oportuna frase atribuída a Churchill: ‎"A verdade é inconvertível, a malícia pode atacá-la, a ignorância pode zombar dela, mas no fim; lá está ela."

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Notas de um corredor: Corrida do Galo 2017



 Era pra ser uma corrida muito tranquila, afinal de contas 10 km é a minha especialidade, o clima estava satisfatório e havia treinado exatamente essa distância durante a semana e feito um bom tempo. Mas essa frase já denuncia que não foi bem assim, né? E não foi mesmo!

Os quatro primeiros quilômetros os completei com média 4.30 - tempo que prenunciava uma prova excelente, bem abaixo dos 50 minutos. Mas, justamente, um pouco antes da metade da prova, uma câimbra inesperada, inoportuna e indócil me surpreendeu. Nunca havia sofrido uma câimbra numa prova em mais de uma década de corrida. E não foi uma câimbra qualquer. Foi uma câimbra daquelas!

Subitamente tive de parar. Reação imediata e inevitável. Mal conseguia colocar o pé no chão. A dor cortante perpassava toda a coxa direita. Justamente a bendita perna direita, a minha perna mais forte.

O pensamento rasante projetava mil cenários e, pela primeira vez na vida de corredor, considerei desistir. Mas nunca deixei de completar uma prova em maisde 15 anos de corridas! Seria hoje? Uma prova aparentemente simples de 10k? Não era possível!Isso tudo se deu em menos de um minuto - uma eternidade para uma corrida de 10k. Decidi retomar a prova. A dor não passava e passei suportá-la com lágrimas. Tive de me valer totalmente da perna esquerda e utilizar a direita apenas como apoio.

Acostumei-me com o passar dos segundos mais eternos e angustiantes possíveis. Não foi sem esmorecimento e dor que me habituei a correr numa média 6.4 e ver muita gente me ultrapassando. Gente que aparentemente sequer tinha hábito de corrida. Fiquei a imaginar a sensação de plena impotência dos pilotos de automobilismo quando os carros estragam no seu melhor momento. A analogia era perfeita: o carro era meu corpo, o piloto era minha mente. E a sensação de impotência era a mesma. E não havia muito o que fazer: era superar a dor e tocar em frente, no ritmo que desse, até o carro cruzar a linha de chegada.

Foi o que fiz. Quando a dor apertava, as lágrimas, involuntariamente, desciam no rosto. Evitava até olhar para as ambulâncias e equipe de apoio porque se me vissem naquele estado me convenceriam a parar. Mas não parei. Fui até o final, arrastando dolorosamente, mal dobrando a perna direita. Quando vi a linha de chegada nem acreditei. A dor aumentou implicantemente no finzinho, mas cheguei com pouco menos de uma hora.

O que era pra ser mais uma corrida se transformou na mais dolorosa prova que já corri. Foi superação e dor a cada passo, a cada segundo – e, mais uma vez, correr foi uma extraordinária lição de vida. Fui literalmente salvo pela perna esquerda, pelas lágrimas e pela teimosia.

Durante o sofrimento da corrida, tive uma certeza e uma motivação: era preciso escrever uma crônica. Ei-la!

PS: Essa nem foi a única dor do fim de semana. A perda do querido tio Darci foi dor maior. Dor de alma sempre suplanta a física. Mas o que é a vida, se não a superação de dores?

PS2: Sistemático que sou, depois avaliarei fisiologicamente as razões dessa maldita câimbra, se faltou potássio, se não me hidratei direito, se exagerei no pique, se a alimentação não foi adequada ou se foi um simples capricho da máquina humana.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Novo desafio: Secretaria de Governo


Assumi, nesta semana, a Secretaria Municipal de Governo de Itaúna. É uma imensa honra poder contribuir para o desenvolvimento dessa cidade pujante, de um povo trabalhador, consciente, educado e arrojado.

Agradeço aos amigos do SAAE pelos seis meses de profícua convivência. Procurei, no comando da autarquia, fazer uma gestão eficiente e humanizada. Acredito que colhemos bons frutos, apesar do pequeno período.

Itaúna: cidade educativa. Foi aqui que estudei, foi aqui que me formei, foi aqui que passei alguns dos melhores anos de minha vida e que agora tenho a grata oportunidade de retribuir. Sinto-me honrado e com grande responsabilidade sob meus ombros, mas plenamente consciente de meu dever. Peço a Deus que me abençoe neste novo mister.

Agradeço ao prefeito Neider, aos edis e à comunidade itaunense pela confiança. Reafirmo que acredito no poder público (e na política) como ferramenta de transformação social e de melhoria da qualidade de vida das pessoas. É por isso que estou na gestão pública. Alguns me chamam de utópico, outros de idealista, mas estou apenas "combatendo o bom combate", como diria o apóstolo Paulo.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Infraestrutura e SAAE executam obras para fim de enchentes em ruas da Várzea da Olaria



Melhorias vão garantir melhor escoamento para água da chuva

Aguardadas há mais de 30 anos pelos moradores do bairro Várzea da Olaria, as obras de drenagem das ruas Francisco F. Matos e Gerson da Silva estão em fase adiantada de execução. A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços, em parceria com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE, instalou uma nova rede de captação pluvial com cerca de 100 metros de cumprimento. Três novos bueiros também estão sendo construídos para aumentar a capacidade de vazão, garantindo as condições necessárias para escoamento da água das chuvas e colocando fim às inundações.

A aposentada Neusa Maria Borges comemorou o início das obras. “Há 30 anos eu moro aqui e toda época de chuva a gente vive essa preocupação. A água acumula ao final da rua e invade casas”, explicou. De acordo com Neusa, as melhorias vão dar aos moradores mais condições de segurança. “Depois de décadas aguardando, eu volto a ter esperança. Poderei terminar a reforma da minha casa, já que agora o que for feito não será destruído. Aquele sentimento de perder as coisas ficou no passado”, completou.

O secretário municipal de Infraestrutura, Fernando Franco, acompanha as intervenções. Segundo ele, a construção de um muro, ao final da rua, interrompeu o curso natural da água e a rede não estava preparada para o volume crescente das enxurradas. “As obras eram necessárias e estão sendo executadas para garantir a segurança e tranquilidade dos moradores. Com a nova rede, todo o volume de chuva que chega a esta parte, que é mais baixa que o nível do bairro, será captado e conduzido por manilhas até a galeria principal de escoamento”, informou.

Fernando Franco também lembra que apesar de investimentos feitos para acabar com a inundação na região, a população precisa fazer a parte dela e não deixar lixo nas calçadas, evitar dispensar material de construção e entulho na rua, além de não fazer ligações de esgoto na rede de drenagem. “Com as chuvas, os descartes colocados na porta das casas são carregados pelas enxurradas, entopem os bueiros e impedem o escoamento da água. Por isso, é preciso que todos contribuam, respeitando os horários de coleta, não descartando resíduos de maneira irregular e fazendo as ligações de esgoto em conformidade com as normas técnicas do SAAE”, completou.

Assessoria de Comunicação / Setor de Jornalismo - PMI

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Itaúna ganha mais representatividade na Associação Nacional de Saneamento

Diretor-geral do SAAE, Alisson Diego, é eleito diretor jurídico da ASSEMAE

* Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itaúna

Os serviços municipais de saneamento básico integrados à Assemae elegeram na última semana a nova Diretoria Nacional da entidade para o mandato de 2017 a 2021. Formada por meio de consenso entre os associados, a chapa é composta por representantes das autarquias e consórcios de abastecimento de todas as regiões do país. Itaúna está representada pelo diretor-geral do SAAE, Alisson Diego Batista Moraes, que ocupa a 1ª Diretoria de Assuntos Jurídicos, ampliando a representatividade do Município junto às instituições públicas e privadas do setor.


“É uma conquista inédita para o SAAE poder participar e contribuir com as decisões estratégicas da ASSEMAE”, analisou Diego. “Estar entre as principais diretorias do órgão significa mais apoio para o Município e a possibilidade de estruturar novas perspectivas de gestão, em consonância com a visão de outras dezenas de autarquias nacionais com participação efetiva junto à Associação. Isso, sem dúvida, reforça a relação de confiança com outras instâncias governamentais, conferindo mais influência e autonomia para o Serviço Autônomo de Água e Esgoto”, completou

Confira a seguir a Diretoria da Assemae para o mandato de 2017 a 2021:
Diretoria Executiva

Presidente
Aparecido Hojaij – SAAEJ de Jaboticabal (SP)

1° Vice–Presidente
Rodopiano Marques Evangelista – DMAE de Poços de Caldas (MG)

2° Vice–Presidente
Luciane Skrebsky de Freitas – DMAE de Porto Alegre (RS)

3° Vice–Presidente
Alessandro Siqueira Tetzner – SANASA de Campinas (SP)

1°Secretária
Terezinha Silva Souza – SANEAR de Rondonópolis (MT) – Titular
Denize Maria Sodré de Oliveira – SANEAR de Rondonópolis (MT) – Suplente

2° Secretário
Tarciso Geraldo de Oliveira – SAAE de Pimenta (MG) – Titular
Joana D’arc Alvarenga Lara – SAAE de Boa Esperança (MG) – Suplente

1° Diretor Financeiro
Darci Ervino Schitz – SAAE de Marechal Cândido Rondon (PR) – Titular
Edison Rodrigues de Almeida – SAAE de Jaguapitã (PR) – Suplente

2° Diretor Financeiro
João Francisco Lima Neto – SAAE de Campo Maior (PI) – Titular
Pedro Inácio Medeiros – DAEV de Valinhos (SP) – Suplente

1° Diretor de Assuntos Jurídicos
Alisson Diego Batista Moraes– SAAE de Itaúna (MG) – Titular
Alexandre de Freitas Garcia – SANEP de Pelotas (RS) – Suplente

2° Diretor de Assuntos Jurídicos
Diogo Vitor Pinheiro – SEMASA de Itajaí (SC) – Titular
Alberto Roberge Causs – SAMAE de Blumenau (SC) – Suplente

1° Diretor de Assuntos Internacionais
Waldo Vilani Junior – DAERP de Ribeirão Preto (SP) – Titular
Frederico Ferreira Vasconcelos – SAAE de São Lourenço (MG) – Suplente

2° Diretor de Assuntos Internacionais
Nestor Pedro Schwertner – SEMAE de São Leopoldo (RS) – Titular
Cristiane Maria das Dores Freitas – SAAE de Itaguara (MG) - Suplente

1° Diretor de Assistência aos Municípios
Alberto Bacarim – SAMAE de Ibiporã (PR) – Titular
Arnaldo de Arruda Oliveira – SAAE de Caxias (MA) – Suplente

2° Diretor de Assistência Aos Municípios
Alexandre Elias Aboumrade – SAAE de Alfredo Chaves (ES) – Titular
Vincent Robert Roland Menu – CIS de Itu (SP) – Suplente

1° Diretor de Comunicação Social
Ana Carolina Bornemann Silveira Figur – SAMAE de Jaraguá do (SC) – Titular
Judite Peters Schurohsf – SAMAE de São Ludgero (SC) – Suplente

2° Diretor de Comunicação Social
José Garcia Alves de Lima – SAAE de São João de Jaguaribe (CE) – Titular
Samira Marra – SAAE de Oliveira (MG) – Suplente

1° Diretor de Capacitação de Recursos Humanos
Marcelino Marra Batista – SAAE de Machado (MG) – Titular
Marcelo Barnabé de Freitas – SAAE de Pirapora (MG) – Suplente

2° Diretor de Capacitação de Recursos Humanos
Wellington Cyro de Almeida Leite – DAAE de Araraquara (SP) – Titular
Nelson Gonçalves Prianti Junior – SAAE de Jacareí (SP) – Suplente


Diretores de Desenvolvimento Associativo de Água e Esgoto
José Rubens Françoso – SEMAE de Piracicaba (SP) - Titular
Cicero Junier Barreto – SAAE de Jaguaribe (CE) – Suplente

Sílvio Paulo Klein – COMUSA de Novo Hamburgo (RS) – Titular
Daniel Hernandes Dalla Favarato – SANEAR de Colatina (ES) – Suplente

Eduardo Santos Palhares – DAE de Jundiaí (SP) – Titular
Ricardo Stecanella – SAMAE de Timbé do Sul (SC) – Suplente


Diretores de Desenvolvimento Associativo de Resíduos Sólidos e Drenagem Urbana
Sílvia Mayumi Shinkai de Oliveira – DAEP de Penápolis (SP) – Titular
Fernanda Heleno – SAAE de Senador Firmino (MG) – Suplente

Alexandre Silva– DMAE de Uberlândia (MG) – Titular
Mário Celli – Secretaria de Meio Ambiente de São Leopoldo (RS) - Suplente

Diretoria de Desenvolvimento Associativo de Consórcios Públicos
Ronald Damasceno – Prefeitura de Bacurituba (MA) – Titular
Antonio Carlos Picolo Furlan – SAAE de Andirá (PR) – Suplente

Conselho Fiscal
Fernando Ribeiro Rossilho – SANASA de Campinas (SP) – Titular
Francisco Souza Guerra – SAAE de Penedo (AL) – Suplente

Waldemir Pereira Gama – SAAE de Itapemirim (ES) – Titular
Rubens Erifatam Vaz – SAAE de Ituiutaba (MG) - Suplente

Wesley Lopes Torres – SAMAE de Tangará da Serra (MT) – Titular
Hugo Rodolfo Binder – SAMAE de Rio Negrinho (SC) – Suplente

Sócios Individuais

Dieter Warchow (RS) – Titular
Clóvis Francisco do Nascimento (RJ) – Suplente

Carlos Alberto Martins (MA) – Titular
Neyde Ferreira Leão (MT) – Suplente

Neiroberto Silva (SP) – Titular
Leo Heller (MG) – Suplente

Ezriel Cardoso (MG) – Titular
Carlos Henrique de Melo (MG) – Suplente

Marlon do Nascimento Barbosa (PR) – Titular
Antônio Carlos Lobão (SP) – Suplente

terça-feira, 27 de junho de 2017

Livro lançado em Campinas exalta a gestão do SAAE de Itaúna para o Brasil

Publicação destaca a conclusão das obras da Estação de Tratamento de Esgoto – ETE, como condição para o Município alcançar a excelência em saneamento 



Durante o 47º Congresso Nacional da Associação dos Serviços Municipais de Saneamento – ASSEMAE, em Campinas (SP), o SAAE de Itaúna ganhou projeção estratégica. O reconhecimento veio através da nova política administrativa da autarquia, com foco em oferecer uma prestação de serviços de qualidade à população, envolvendo todos os eixos que compõem o saneamento básico em diretrizes estratégica para o crescimento organizado e planejado de Itaúna. A publicação envolve práticas exitosas em saneamento de 31 municípios em todo o país.

A ASSEMAE reconhece que a conclusão das obras da Estação de Tratamento de Esgoto – ETE, é a condição para que o Município de Itaúna alcance a excelência em saneamento básico. A cidade já é uma referência estadual na coleta, manejo e reaproveitamento de resíduos sólidos; possui capacidade de abastecimento de água para atender até 50% a mais do número atual de habitantes, que hoje é de 93 mil pessoas; além de ter quase 100% de captação de esgoto na área urbana.

Priorizada pela atual gestão municipal, a ETE tem previsão de ser inaugurada até o primeiro semestre de 2018. O cronograma de obras prevê o término da segunda e penúltima etapa das intervenções em 2017. Para a última fase, estão previstas a aquisição de peças e equipamentos, além da instalação de moderno sistema de desinfecção com raios ultravioleta, importado de países que detém a ponta da tecnologia no tratamento de esgoto.

A ETE custará R$ 18 milhões. Os recursos foram garantidos em convênio com o governo federal, por meio do Ministério das Cidades, prevendo contrapartida do Município de Itaúna. A previsão inicial era de que a Prefeitura investisse R$ 1,5 milhão no empreendimento, no entanto, falhas detectadas no projeto original e o atraso na execução das obras, desde 2012, obrigaram a atual administração a reprogramar o orçamento. A partir dessa análise, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE, verificou a necessidade de aplicar mais R$ 2,5 milhões na Estação, aumentando para R$ 4 milhões o valor a ser investido.



Para viabilizar a continuidade das obras, o SAAE adotou um pacote de medidas visando a redução de gastos, o que permitirá, em médio prazo, o equilíbrio financeiro e orçamentário. Ação necessária diante de déficit herdado.

Em execução desde o início da nova gestão, o plano de contenção de despesas já conseguiu a moralização do pagamento das horas extras, a conscientização sobre o uso de insumos, e a implantação de nova metodologia para a compra de materiais e contratação de serviços. “Com essas novas normas adotadas a partir de janeiro, o SAAE parou de aditar contratos, realizando novas licitações com valores de referência menores, o que representa uma economia significativa nas despesas”, afirmou o gerente da autarquia, Samuel Nunes.

O novo método utilizado para as concorrências públicas impõe cotações com até 12 licitantes, ao invés de três empresas, que é o número mínimo exigido por lei. “Ao aumentarmos a quantidade de propostas analisadas, garantimos uma maior amplitude na apuração de preços, o que fez reduzir os valores de referência, base para as compras realizadas pelo SAAE”, completou.

A eficiência de gestão, que vai garantir o pleno funcionamento dos serviços de saneamento básico no Município de Itaúna, pode ser mensurada também pelo planejamento estratégico norteador das políticas públicas de investimentos no setor. O plano reúne 136 ações prioritárias e que devem ser executadas até 2024. “O SAAE concluiu 95% do cronograma de intervenções para os próximos anos, com base na Matriz GUT, que avalia três aspectos para a tomada de decisões: Gravidade, Urgência e Tendência, com foco nas prioridades dos consumidores, do governo e dos servidores”, explicou Samuel Nunes.

Coleta modelo 

O pioneirismo de Itaúna na gestão dos resíduos sólidos tem garantido à cidade lugar de destaque no cenário nacional. O modelo de coleta incentivado pela Prefeitura de Itaúna possibilita à Cooperativa de Reciclagem e Trabalho – Coopert, reaproveitar, em média, 23% do total de materiais recolhidos na cidade, proporcionando, ainda, emprego e renda para mais de 70 famílias envolvidas no processo de triagem.

A valorização dos catadores é uma prioridade da administração. O contrato de prestação de serviços de coleta e transporte de resíduos recicláveis e reaproveitáveis, assinado em abril, entre o Município e a Coopert, estabelece medidas para a segurança dos envolvidos no processo de manejo dos resíduos e reajusta de 15% em relação ao ano de 2016, aumentando os repasses mensais de R$ 136,7 mil para R$ 157,2 mil.

A elaboração do documento foi feita a partir de várias reuniões entre os cooperados e técnicos do SAAE. Um grupo de trabalho foi instituído para democratizar o termo e garantir a ampla participação. “É a primeira vez que o contrato é feito a partir do diálogo. A Prefeitura acolheu as necessidades apresentadas pela Coopert e propôs um modelo que atendesse ambas as partes e ainda permitisse uma gerência mais efetiva de todas as fases da coleta, além de promover o empoderamento da Cooperativa, que se torna líder no processo de trabalho”, afirmou o diretor-geral do SAAE, Alisson Diego Batista Moraes.


A gestão dos resíduos sólidos, orgânicos e recicláveis, custou para o Município de Itaúna, em 2016, 5,33% do total de despesas realizadas. Isso com a coleta executada diariamente, ao contrário de grandes cidades, como Belo Horizonte, onde o recolhimento do lixo molhado é feito apenas duas vezes por semana. “Itaúna é uma cidade privilegiada. Detém no estado os melhores índices de gestão de resíduos, é referência no país quanto à capacidade de reaproveitamento dos materiais recicláveis e consegue prestar um serviço eficiente à população. O Município conta também com um aterro sanitário, situação que está a frente da realidade de muitos municípios da região, que enfrentam dificuldades para a destinação correta do lixo”, frisou o diretor da autarquia.

Sociedade tem voz 

O Conselho Municipal de Saneamento Básico, constituído em março, dá voz à sociedade na discussão e indicação de propostas que visam o aperfeiçoamento dos serviços prestados pelo SAAE em quatro eixos: (1) abastecimento de água, (2) esgotamento sanitário, (3) limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos e (4) drenagem urbana e manejo das águas pluviais.

O aumento da representatividade social é uma preocupação do atual diretor-geral da autarquia. “A partir da abertura do SAAE para a participação da sociedade organizada, as ações são fortalecidas com a contribuição trazida por entidades, instituições de ensino, além dos Poderes Executivo e Legislativo”, analisou Alisson Diego. “Em quatro reuniões, realizadas desde que o Conselho foi constituído, em março, foram discutidos importantes temas que vão da revisão tarifária à qualidade e abrangência dos serviços prestados”, completou.

“Ao estreitar o relacionamento com a comunidade, criamos condições de ouvir os anseios populares e, mais do que isso, de reforçar a importância de todos no processo de economia de água, na destinação correta dos resíduos, na conscientização sobre a limpeza urbana e na preservação dos recursos naturais”, finalizou Diego.

Além de Itaúna, foram reconhecidos pela publicação da ASSEMAE os trabalhos dos municípios de Araraquara (SP), Blumenau (SP), Brasília (DF), Cacoal (RO), Campinas (SP), Campo Maior (PI), Caxias do Sul (RS), Caxias (MA), Ibiporã (PR), Itabirito (MG), Ituiutaba (MG), Jaboticabal (SP), Jaraguá do Sul (SC), Jundiaí (SP), Jussara (PR), Lucas do Rio Verde (MT), Marechal Cândido Rondon (PR), Novo Hamburgo (RS), Penápolis (SP), Poços de Caldas (MG), Porto Alegre (RS), Rondonópolis (MT), Santo André (SP), São José do Rio Preto (SP), São Lourenço (MG), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Volta Redonda (RJ), além dos consórcios Consimares, em São Paulo, e o Simae, em Santa Catarina. Assessoria de Comunicação Setor de Jornalismo